Como vencer a depressão – 3 conhecimentos devemos saber

Conteúdos

Depressão – uma doença apavorante

O verdadeiro culpado por trás da depressão

A senda para lidar com a depressão e sair dela

Nota do editor: Nos últimos anos, a depressão entrou silenciosamente em nossas vidas, afetando cada vez mais pessoas. Muitos são atormentados por essa doença – alguns perdem a esperança na vida e vivem em dor e alguns até perdem a coragem de continuar vivendo, optando por cometer suicídio para dar fim à própria vida. Por que as pessoas sofrem de depressão? Como devemos lidar com isso e como podemos escapar da armadilha da depressão?

Depressão – uma doença apavorante

Em um relatório divulgado em 22 de março de 2018, a Organização Mundial de Saúde revelou que a depressão é uma doença mundial muito comum, afetando mais de trezentos milhões de pessoas. A depressão de longa duração, moderada ou grave, pode se tornar uma condição severa e, na pior das hipóteses, levar ao suicídio. Quase 800.000 pessoas por ano cometem suicídio, sendo hoje a segunda principal causa de morte na faixa etária de 15 a 29 anos.

Dados importantes indicam que, clinicamente, a depressão se manifesta principalmente como um estado deprimido, que pode variar de tristeza a desesperança e desespero, ou mesmo uma perda da vontade de viver. Isso pode levar a tentativas de suicídio ou comportamento suicida. Em alguns casos, há uma clara ansiedade ou agitação psicomotora, e em casos graves pode haver alucinações, delírios ou outros sintomas de distúrbios psicológicos. Muitos que sofrem de depressão também compartilham diariamente sua dor e luta interna com sua ideação suicida, já que uma voz interna está constantemente a lhes dizer: “Morra de uma vez e tudo será melhor”; “Tome esse remédio, será tão doce!”. Esse tipo de dor pode ser inescapável.

Como Vencer a Depressão

(Fonte: Fotolia)

Essas informações nos mostram que os que sofrem de depressão tendem a ser jovens, principalmente funcionários administrativos ou alunos de Ensino Fundamental II e Médio. Por que funcionários administrativos e alunos de Ensino Fundamental II e Médio são tão suscetíveis à depressão? O que é que realmente leva a isso? Todos nós sabemos que hoje em dia os estudantes sofrem uma pressão incrível de suas famílias, que esperam sinceramente que eles tenham sucesso na vida, da intensa competição entre os colegas por boas notas e as melhores colocações na classe, de suas próprias altas expectativas para o futuro e assim por diante. Tal pressão de todos os lados significa que eles têm de se dedicar inteiramente aos estudos, como se suas vidas dependessem disso. Mesmo que estudem assiduamente todos os dias, no momento em que suas notas não atendem às expectativas de seus pais e professores, nem às suas próprias, eles ficam tristes, desanimados e constantemente abatidos. Quando é grave, desenvolvem depressão ou autismo e um cansaço existencial tão cedo na vida. Há alguns estudantes que até escolhem o suicídio para pôr um fim às suas jovens vidas. E muitos funcionários administrativos sofrem pressão de vários lados, incluindo sociedade, trabalho, carreira, família, casa, renda e filhos. Todos esperam realizar algo em sua área de preferência e ter mais dinheiro e status social mais alto. Muitos precisam lutar bastante para comprar uma casa, e quando conseguem, trabalham duro para comprar um carro ou uma casa maior. Para tanto, muitos fazem hora extra todos os dias, vivem na correria e fazem todo o possível para trabalhar e ganhar dinheiro. Ao mesmo tempo, para se integrarem à sociedade, todos têm de enfrentar tramas e intrigas interpessoais e aprender a causar boa impressão e adular os outros. A exaustão física e a pressão psicológica levam as pessoas a ficar desanimadas, taciturnas, inexplicavelmente irritadas, facilmente chateadas, propensas à insônia e até pessimistas e cansadas do mundo; pensamentos como “eu não quero mais viver, todos os meus problemas acabarão se eu morrer” e “eu deveria morrer, pois assim serei livre” passam por suas mentes. Podem até se tornar motes recorrentes.

O verdadeiro culpado por trás da depressão

Vendo essas pessoas sofrendo de depressão, tão profundamente desesperadas, creio que muitos se perguntam por que pessoas tão jovens e cheias de vida estão tão deprimidas – quem é o verdadeiro culpado por trás disso? Há muitas razões pelas quais as pessoas ficam deprimidas; às vezes é devido a fatores psicológicos ou vários fatores sociais, mas para a maioria dos jovens é devido a diferentes condições estressantes na escola, no trabalho e na vida. O que está oculto por trás disso são as trapaças de Satanás. Esse é o resultado de Satanás corromper e prejudicar a humanidade. As palavras de Deus dizem: “O que Satanás usa para manter o homem confinado e controlado? (Fama e ganho.) Então, Satanás usa a fama e o ganho para controlar os pensamentos do homem até que tudo em que consiga pensar seja fama e ganho. O homem luta por fama e ganho, passa por dificuldades por fama e ganho, suporta humilhação por fama e ganho, sacrifica tudo o que tem por fama e ganho e fará qualquer julgamento ou tomará qualquer decisão por fama e ganho. Dessa forma, Satanás aprisiona o homem com grilhões invisíveis. Esses grilhões são carregados pelas pessoas, e elas não têm força nem coragem para se livrar deles. Assim, as pessoas caminham penosamente sempre adiante com grande dificuldade, carregando esses grilhões sem saber. Por causa dessa fama e ganho, a humanidade se afasta de Deus e O trai, tornando-se cada vez mais perversa. Dessa forma, portanto, uma geração após a outra é destruída na fama e no ganho de Satanás” (de“O Próprio Deus, o Único VI”). As palavras de Deus expõem claramente as táticas de Satanás para corromper e prejudicar a humanidade. Por que é que estudantes e funcionários administrativos estão sofrendo uma pressão tão grande na sociedade atual a ponto serem levados à depressão, resultando em uma tragédia atrás da outra? No fundo, é porque Satanás usa coisas como fama e lucro para acorrentar nosso pensamento, de modo que só vivemos para essas coisas e o sucesso pessoal se torna o objetivo de nossa luta. Satanás explora nosso sistema de ensino e pessoas famosas e importantes para inculcar em nós ideias e pontos de vista equivocados, como “O conhecimento pode mudar seu destino”, “Vivo, seja homem de homens; morto, seja alma de almas”, “Os que têm cérebro dominam os que têm força bruta”, “Ser homem é progredir”, “Devemos honrar nossos antepassados” e “Ser um estudioso é estar no topo da sociedade”. Ao aceitar essas ideias, só nos preocupamos se podemos ou não obter sucesso e reconhecimento, destoar da multidão, conquistar a admiração dos outros e fazer com que nos reverenciem. Se não conseguimos alcançar essas coisas, parecemos incompetentes e inaptos e nos sentimos imprestáveis. Os estudantes enfiam a cara nos livros e estudam o máximo possível para conseguir boas notas; os funcionários administrativos se matam de trabalhar para serem reconhecidos, sob todo tipo de pressão, sem hesitar em despender todo seu tempo, energia e saúde. Quando nos esforçamos tanto, mas enfrentamos adversidades a cada passo e nunca conseguimos realizar nossas esperanças, ficamos desanimados e perdemos a esperança em nós mesmos; nos afundamos na dor e na perplexidade e não achamos uma saída. Começamos a ficar deprimidos e abatidos, ou até mesmo a perder totalmente a vontade de lutar por nossos objetivos. Nada faz sentido e nossos corações parecem vazios. Permanecemos em um estado psicologicamente tenso por longos períodos de tempo, à beira do colapso. Quando o espírito de alguém está sofrendo tanto assim, é muito fácil para Satanás e espíritos malignos se intrometerem, explorando a chance de prejudicar as pessoas e manipulá-las, incitando nossa desilusão com a vida para nos fazer sentir que a morte é a melhor maneira de escapar de nossa dor. Antes vibrantes, abertas e normais, as pessoas passam aos poucos a ficar melancólicas e, finalmente, em seu insuportável sofrimento, optam por encerrar suas vidas. É assim que Satanás usa a fama e o lucro para ter controle sobre nós, passo a passo, para que nos afundemos nessas coisas e nos dediquemos totalmente a elas, acabando por nos arrastar para o inferno.

Como Vencer a Depressão

(Fonte: Fotolia)

Isso nos mostra o quão sinistras e implacáveis são as táticas de Satanás para corromper e prejudicar a humanidade, e se tivermos um olhar apenas superficial nunca conseguiremos enxergar a essência desprezível e maligna de Satanás. Nunca veremos que o que está por trás da depressão é a verdade de como Satanás fere as pessoas e as engole por inteiro.

A senda para lidar com a depressão e sair dela

Já que Satanás é tão terrivelmente sinistro e insidioso, como podemos lidar com depressão e sair dela, e não mais sermos submetidos aos males e manipulações de Satanás? O Senhor Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida” (João 14:6). Somente Deus é a verdade, o caminho e a vida e somente Ele pode nos ajudar a entender a verdade e desenvolver discernimento sobre os truques de Satanás e suas várias heresias e falácias. Contanto que busquemos de acordo com o caminho e a direção que Deus nos indicar, poderemos nos livrar dos males de Satanás e viver sob o cuidado e a proteção de Deus.

As palavras de Deus dizem: “Há um jeito mais simples de se livrar desse estado: despedir-se do modo de viver antigo, dizer adeus aos objetivos prévios na vida, resumir e analisar o estilo de vida, a filosofia, as buscas, os desejos e os ideais anteriores, depois compará-los com a vontade e as exigências de Deus para o homem e ver se algum deles condiz com a vontade e as exigências de Deus, se algum deles traz os valores corretos da vida, se conduz a uma compreensão maior da verdade e permite viver com humanidade e semelhança humana. Quando investigar repetidas vezes e dissecar atentamente as diversas metas de vida que as pessoas perseguem e as várias e diferentes maneiras de viver, você descobrirá que nenhuma delas corresponde à intenção original do Criador quando Ele criou a humanidade. Todas elas afastam as pessoas da soberania e do cuidado do Criador; todas são buracos nos quais a humanidade cai e que a levam ao inferno. Depois de reconhecer isso, a sua tarefa é pôr de lado a antiga visão da vida, ficar longe das diversas armadilhas, deixar que Deus se encarregue de sua vida e faça arranjos para você, tentar apenas se submeter às orquestrações e à orientação de Deus, não ter escolha e tornar-se uma pessoa que adora a Deus” (de“O Próprio Deus, o Único III”).

A fim de escaparmos totalmente da armadilha da depressão e não sermos mais prejudicados pela ideia da fama, devemos primeiramente enxergar claramente o pensamento e as perspectivas falaciosas que Satanás inculca em nós, tais como: “Vivo, seja homem de homens; morto, seja alma de almas”, “Ser homem é progredir”, “Devemos honrar nossos antepassados”, e “Ser um estudioso é estar no topo da sociedade”. Temos de ver claramente que o desejo por fama e lucro é uma das maneiras pelas quais Satanás corrompe a humanidade, e enxergar as consequências de buscá-los. Exatamente como as muitas pessoas ao nosso redor que lutam tanto por fama e lucro, elas despendem toda a sua energia nos estudos ou na carreira para conquistar todo tipo de glória e alcançar o sucesso. Elas não têm tempo para relaxar nem ficar com a família ou os filhos, e suas relações familiares se tornam cada vez mais distantes; suas vidas são realmente deprimentes e cheias de sofrimento. Alguns alunos varam a noite estudando para ter reconhecimento, querendo obter as melhores notas e se destacar entre seus pares para que, no futuro, possam conseguir um emprego bem remunerado. Consequentemente, essas crianças têm todo tipo de problemas médicos desde cedo e algumas até perdem a esperança na vida quando enfrentam adversidades em seus estudos. Alguns funcionários administrativos tentam obter vantagens adulando os outros e socializando para ficarem conhecidos e se inserirem na sociedade. Estão constantemente fingindo ser quem não são e ficam atormentados a ponto exaurirem o corpo e a alma, mas não têm forças para escapar. Estão cercados de sofrimento e preocupações; sentem tanta dor que perderam a vontade de viver. Há mesmo aqueles que lutam cegamente contra seu próprio destino para serem reconhecidos; pagam qualquer preço e ficam marcados e feridos pelo resto da vida. São incapazes de encarar o fracasso e decidem cometer suicídio, pondo fim à própria vida. É evidente a partir disso que a fama e o lucro acorrentam a humanidade como algemas, e quanto mais arduamente os perseguimos, mais vazio e dor sentimos. No final sentimos mais e mais escuridão, o que nos leva a caminhar em direção à morte. É por isso que perseguir fama e lucro é totalmente desprovido de significado e valor.

Como Vencer a Depressão

As palavras de Deus dizem: “Independentemente de diferenças de habilidade, QI e força de vontade, todas as pessoas são iguais perante a sina, a qual não faz distinção entre o grande e o pequeno, o alto e o baixo, o exaltado e o humilhado. A função que a pessoa exerce, o que ela faz para ganhar a vida e a quantidade de riqueza que acumula na vida não são decididos pelos pais, pelos talentos, pelos esforços ou ambições da pessoa, mas são predeterminados pelo Criador” (de“O Próprio Deus, o Único III”). Deus é o Criador e nós somos seres criados. Seja nosso destino uma vida de pobreza ou riqueza, qualquer que seja o tipo de trabalho que o futuro nos reserve, qualquer que seja o curso de nossas vidas, tudo isso está nas mãos de Deus e Ele predestinou isso há muito tempo, independentemente do quanto nos esforcemos e lutemos. O quanto Deus nos concede é o quanto podemos ganhar, e se Ele não nos concede algo, independentemente do quanto lutemos para obtê-lo, será inútil. É como dizem os ditados, “o destino do homem está determinado pelos Céus” e “o homem propõe, mas Deus dispõe”. É por isso que devemos estabelecer objetos de busca apropriados e não confiar mais em nosso próprio trabalho, mas aceitar nosso destino dos Céus e fazer o melhor possível. Devemos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance e em tudo obedecer às regras e arranjos de Deus, entregando tudo o que temos a Ele e permitindo que Ele o administre. Viver dessa maneira é muito tranquilo, muito liberador.

Exatamente como Jó na Bíblia, ele não procurou se destacar dos outros para que eles o admirassem e o tivessem como exemplo. Em vez disso, ele procurou seguir a senda de temer a Deus e evitar o mal. Ele procurou reconhecer o comando de Deus em sua vida diária e alcançar a obediência a ele para que pudesse estar de acordo com a vontade de Deus em todas as suas palavras e ações, e não ofender o caráter de Deus. É por isso que, quando Jó tinha posses em abundância, ainda assim ele persistiu firmemente na senda de temer a Deus e evitar o mal, frequentemente fazendo sacrifícios em adoração a Ele. Após suas provações, quando ele ficou sem nada e seu corpo inteiro estava coberto de feridas, apesar da dor de perder seus filhos e sua riqueza, ele não disse uma só palavra culpando a Deus. Ao longo de suas décadas de experiência, Jó adquiriu uma compreensão profunda de que os seres humanos são seres criados e tudo o que temos foi dado por Deus. Ele acreditava que tudo está nas mãos de Deus, e independentemente de Deus conceder bênçãos ou tirar coisas, Seu nome deve ser louvado. No fim das contas, Jó se baseou em sua fé, obediência e reverência por Deus para dar testemunho Dele, envergonhando Satanás completamente, fazendo com que ele virasse as costas e fugisse, tornando-se assim um homem livre que nunca mais foi perturbado por Satanás. Durante toda a sua vida Jó nunca buscou dinheiro ou fama, nem se importou com a opinião que os outros tinham dele; ele buscou apenas seguir a senda de Deus e assim obteve Sua aprovação. Sua vida foi tranquila, liberadora, e ele também viveu uma vida extremamente significativa e valiosa. Portanto, somente quando estabelecemos objetivos corretos na vida e temos uma compreensão genuína do comando de Deus é que podemos nos libertar e ser livres, escapar totalmente dos males de Satanás, sair da armadilha da depressão e levar uma vida feliz e alegre sob o cuidado e a proteção de Deus.

Conteúdo Relacionado